12 conselhos contra intoxicação no verão

Publicado em 7 de janeiro de 2008, segunda-feira.

1. Mantenha a temperatura do refrigerador abaixo de 4ºC. Isto irá retardar o crescimento das bactérias. Esse crescimento ocorre muito rapidamente, entre 16 e 45ºC, e mais lentamente entre 5 e 15ºC. É ainda importante lembrar que o congelamento não mata as bactérias, mas o seu crescimento fica inibido em temperaturas extremamente baixas. Mantenha o freezer com uma temperatura regulada entre 12 e 15 graus centígrados negativos.

2. Não deixe alimentos congelados degelarem por si. Bactérias podem crescer na superfície externa deles, antes mesmo que a parte interna do alimento esteja degelada, durante as horas em que se aguarda o degelo do alimento. Assim, sempre é mais seguro degelar o alimento no forno de microondas ou colocá-lo sob água corrente.

3. Mantenha alimentos, peixes, carnes, ovos e laticínios na geladeira, até o momento de prepará-los. Alimentos fora do refrigerador, nos períodos de verão, têm o risco de apresentarem o crescimento da bactéria Salmonella, causadora de infecções gastrointestinais.

4. Alimentos que sobram de uma refeição devem ser congelados imediatamente, para consumo posterior, ou ser desprezados. Caso sejam guardados, deve-se procurar remover os acompanhamentos (como molhos), cobri-los e congelá-los imediatamente. Antes de servir novamente estes alimentos, eles devem ser aquecidos a pelo menos 70ºC. E lembre-se, na dúvida, não coma.

5. Ostras e crustáceos devem ser bem cozidos, pois podem conter desde vírus (causadores da hepatite, por exemplo), a bactérias (causadoras de intoxicação alimentar).

6. Cuidados ao servir os alimentos: Sirva os alimentos (principalmente carnes e peixes) imediatamente após o cozimento, não aguarde mais de 2 horas para servir o alimento. Nos buffets de restaurantes, os alimentos frios devem ser colocados no gelo, a temperaturas próximas de zero grau, e os pratos quentes devem ser mantidos aquecidos acima de 60 graus centígrados. Utensílios usados devem ser lavados cuidadosamente, antes de receberem novas porções, mesmo que seja do mesmo alimento. Todas as frutas e outros vegetais devem ser cuidadosamente lavados.

7. O cozimento das carnes deve ser bem feito, mas não cozinhe em demasia - a superfície externa das carnes, quando queimadas, pode formar um composto capaz de causar o câncer.

8. Ao preparar bolos, não experimente ou consuma a massa crua, antes do cozimento - ovos crus podem ser causa de contaminação.

9. Lave as mãos e utensílios de cozinha antes de preparar os alimentos. Facas utilizadas no corte de peixes ou carnes devem ser lavadas com água quente e detergente, antes de se iniciar o processo de preparo.

10. Coloque as esponjas de cozinha no forno de microondas por 30 a 60 segundos, ou use agentes antibacterianos na sua limpeza - isto ajuda a manter a cozinha livre das bactérias.

11. Cuidado com a água que você consome - na dúvida, beba apenas água mineral.

12. Alimentos comprados de ambulantes ou de barracas de praia são sempre arriscados, principalmente quando não se podem precisar as condições de higiene de seu preparo. Além disso, vendedores ambulantes de praia, com alimentos dentro de cestos expostos ao calor, correm o risco de estarem vendendo um alimento que se deteriorou pelo tempo de exposição fora da geladeira.

Copyright 2017 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.