Miocardite

Publicado em 21 de outubro de 2008, terça-feira.

A miocardite é uma inflamação aguda ou crônica do músculo cardíaco ou miocárdico. Pode ter origem infecciosa, embora não se saiba se a inflamação é produzida pelo próprio germe patogênico (ou sua toxina) ou se é um fenômeno de hipersensibilidade.

Entre as diversas afecções de origem virótica que podem causar uma miocardite figuram a poliomielite aguda e a mononucleose infecciosa. O vírus Coxsackie tipo B é o responsável por processos miocardíticos graves nos lactantes.

As infecções bacterianas que com maior freqüência vêm acompanhadas de miocardite são a febre reumática e a difteria que apresenta miocardite podem morrer em conseqüência dela, enquanto que nos adultos afetados por um processo similar, a mortalidade é consideravelmente mais baixa.

A miocardite tropical, própria de países como Brasil, Venezuela ou México, é secundária a uma tripanossomíase (doença de chagas). Pode ser crônica com evolução para uma insuficiência cardíaca congestiva.

As manifestações clínicas de miocardite são as mesmas, seja qual for o agente de origem. No inicio, o paciente apresenta fadiga, dificuldade respiratória, palpitações e, ocasionalmente, mal estar precordial (dor no tórax). Mais tarde pode desenvolver uma dilatação cardíaca ou um sopro, e observa-se pulso alternante. Podem surgir embolias pulmonares e, em alguns casos, há insuficiência cardíaca residual (Crônica).

Copyright 2017 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.