O que é estrabismo e ambliopia?

Publicado em 24 de junho de 2009, quarta-feira.

Popularmente chamado de "olho torto", o estrabismo é uma doença que não melhora espontaneamente. Constitui quebra no paralelismo dos olhos. Quando observamos um objeto, os olhos devem se posicionar paralelamente para que o cérebro consiga fundir numa só as imagens que cada olho recebe. Já, quando olhamos para perto, os olhos devem convergir e, igualmente, focar o mesmo ponto.

Qualquer alteração nesse sincronismo, caracteriza um estrabismo. O estrabismo pode ser congênito (estar presente ao nascimento ou surgir nos primeiros meses de vida) ou adquirido (associado à fraqueza muscular, à hipermetropia ou à miopia). Mais raramente, o estrabismo pode ser causado por traumatismo, catarata ou doenças cerebrais. Pode acometer um olho ou os dois olhos.

Além do transtorno estético, o estrabismo, quando não tratado, pode levar à ambliopia (olho preguiçoso), pois o cérebro receberá imagens diferentes dos dois olhos, não conseguindo fundi-las em uma só, o que leva a pessoa a enxergar duplo. Para evitar essa imagem dupla, o cérebro suprime a imagem do olho desviado, passando a enxergar com um olho só.

É necessário considerar o fato de que a visão se desenvolve até aproximadamente os 7 anos de idade e que, após essa idade, a recuperação é difícil. A suspeita de estrabismo em uma criança é considerada URGÊNCIA em oftalmologia, devendo ser feito exame ocular assim que possível.

O tratamento para a ambliopia é a oclusão do olho bom, forçando, desta maneira, o olho preguiçoso a enxergar. Em geral, associa-se o uso dos óculos(sempre estimulando a criança para fazer o tratamento). Em alguns casos de estrabismo, além do uso de óculos, recorre-se à cirurgia para posicionar os olhos corretamente. Porém, o melhor tratamento para o estrabismo é o preventivo. Pais estrábicos, com alta hipermetropia, miopia ou ambliopia, devem levar os filhos o quanto antes ao oftalmologista.

Copyright 2017 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.