Dicas para uma boa gravidez

Publicado em 6 de junho de 2008, sexta-feira.

1. Não coma por dois. Assim como na gestacão, você não vai precisar comer por você e pelo bebê. Uma alimentação equilibrada, balanceada é sempre mais importante.

2. Existem três grupos de alimentos: construtores, energéticos e reguladores. É fundamental que todos eles estejam presentes em sua alimentação:

- Alimentos construtores são responsáveis pela construção e reparação de tecidos corporais. São as proteínas, tais como carnes em geral, ovos, leite e derivados. As proteínas participam da multiplicação das células e, por isso, são essenciais para o crescimento da criança.

- Alimentos energéticos (os carboidratos) são responsáveis pela produção diária de energia necessária para as nossas atividades. São os pães, massas, inhame, mandioca, cará, batata, mandioquinha, batata-doce, biscoitos, mel, doces em geral, além de cereais (arroz, trigo, aveia) e farinhas.

- Alimentos reguladores (vitaminas e minerais) são importantes para manutenção da saúde, já que regulam tão diversos quanto complicados processos bioquímicos. Eles controlam o funcionamento do organismo e o crescimento da criança. Como estão presentes nos alimentos em quantidades bem pequenas, estes nutrientes são mais conhecidos como micronutrientes. Frutas e hortaliças são as melhores fontes.

3. Mastigar bem os alimentos e beber água antes ou depois das refeições são dicas importantes.

4. Existem alguns alimentos cujo sabor e aroma podem ser identificados no leite materno e, eventualmente provocar cólicas no bebê; ou ele pode "rejeitar" a refeição por não gostar do aroma, como no caso do alho.

5. Não sugerimos que você evite nenhum alimento, mas se o bebê chorar muito observe o que ingeriu antes da mamada.

6. Alimentos ricos em enxofre, tais como: a couve-flor, a couve, o rabanete, o repolho e o espinafre, por causarem gases, podem perturbar o processo de digestão da criança.

7. A mãe deve sempre dar preferência a frutas, com exceção da manga, fruta-do-conde, goiaba e melancia, que devem ser digeridas mais demoradamente.

8. Os vegetais têm liberdade para o consumo, com destaque para o agrião, aipo, rúcula e alface.

9. Algumas sugestões do que comer sem medo: frutas (melão, maçã, pêra, laranja , mamão e figo), vegetais (taioba, aipo, gergelim, rúcula, alface, agrião), muita água e sucos, e água de coco.

10. Cuidado com: leite de vaca, café e chás de hortelã, mate e capim-limão, chocolate e álcool.

Copyright 2017 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.