A lenda da pressão baixa

12 de junho de 2008

Quando você sente uma indisposição rápida, aquelas em que sua cabeça parece rodar, o corpo fica mole e começa a ficar tudo escuro, normalmente as pessoas dizem que “minha pressão caiu”.

Mas muitas das vezes, essa sensação desconfortável que acreditamos ser queda de pressão, não é nada mais que um esforço do corpo para se adequar a uma nova condição do ambiente. “É só o começo de qualquer sintoma, como tontura, para as pessoas relacionarem essa situação como queda da pressão. Entretanto, em mais de 85% dos casos o problema é só lenda”, segundo especialistas, também se trata de uma lenda o fato de achar que em regiões quentes, a pressão tende a baixar.


Da próxima vez que imaginar que sua pressão está caindo, lembre-se de que, na verdade, pode ser apenas o seu organismo fazendo um esforço para se adaptar ao ar úmido e à pressão atmosférica do local.

Por trás do mal-estar

Outra condição que pode desencadear a sensação de uma breve queda de pressão é quando a posição do corpo é alterada bruscamente. O movimento altera inesperadamente a circulação do sangue. Por exemplo, que se está dormindo e se acorda muito rápido, o nosso corpo diminui bruscamente a quantidade de sangue direcionada ao coração e ao cérebro. “No entanto, o organismo tenta amenizar esse fluxo de sangue contraindo e dilatando os vasos”.

A prática intensa de exercício físico e a produção excessiva de suor também fazem com que a quantidade de sangue diminua, provocada pela desidratação, e cause o mal-estar. Na maioria das vezes são as mulheres que mais sofrem com essa sensação desagradável. Mas estudos explicam que se trata mais de um sintoma emocional do que propriamente físico. “A ansiedade excessiva, por exemplo, faz com que a pessoa respire mais rápida e profundamente, baixando os níveis de gás carbônico no sangue”.

Que relação tem com o desmaio

Apesar de a hipotensão (pressão baixa) com freqüência causar desmaios, alguns sintomas comuns na dia-a-dia - como tontura, escurecimento da visão e fraqueza -, nem sempre têm relação com a queda de pressão.

“Adulterações neurológicas e cardíacas, inclusive as psiquiátricas, podem se revelar primeiramente por meio de desmaios”. Alguns distúrbios como derrames e até mesmo uma parada cardíaca podem originar a perda repentina da consciência. “Por isso, sempre que houver uma agregação do desmaio com outros indícios, o médico deve ser consultado”. Uma dica importante para as pessoas que possuem casos de pressão baixa, é que não estão livres de sofrer com a pressão alta (hipertensão) mais futuramente. Então, tome cuidado ao ficar tentando solucionar a questão de pressão baixa com o sal.

Redação Bem de Saúde

[ imprimir ] [ recomende este artigo ]