Atendimento em caso de convulsão

30 de junho de 2007

A convulsão, normalmente é muito estressante, a principal dica é manter a calma para que se possa, efetivamente, ajudar. É importante saber que a maioria das convulsões dura menos que 5 minutos e que a mortalidade durante a crise é baixa.

Caso a convulsão seja provocada por um acidente ou um atropelamento, não retire a vítima do local, atenda-a e aguarde a chegada do socorro médico. Conforme a gravidade, se a vítima for transportada de forma inadequada ela pode até mesmo morrer.


A seguir, são apresentadas algumas dicas de primeiros socorros para o atendimento em caso de convulsão.

1. Deite a pessoa no chão, em um local sem objetos que possam causar lesões. Crie espaço em volta da vítima afastando curiosos.

2. Utilize a mão, roupa, travesseiro, ou outra forma para proteger a cabeça da vítima. Vire de lado a cabeça da vítima para que a saliva escorra, dessa forma se evita que a pessoa se afogue.

3. Deixe livres braços e pernas, de forma alguma os imobilize.

4. Afrouxe roupas para facilitar a ventilação. Após, verifique se não há nada obstruindo as vias aéreas e se a
respiração está normal.

5. Não tente segurar a língua com os dedos, nem tente colocar objetos, como colher, caneta, na boca para segurá-la.

6. Vire a cabeça de dado. Isto virará também a língua, e dessa forma será liberada a passagem do ar.

7. Para facilitar a respiração, limpe as secreções salivares com auxílio de um papel ou uma toalha.

Depois de passar a convulsão, enquanto não chegar o socorro especializado, caso a vítima quiser dormir, deixe-a descansar, enquanto aguarda o socorro.

De forma alguma medique a vítima, pois os reflexos podem não estar totalmente recuperados, e a vítima pode se afogar tentando engolir o comprimido e a água.

Redação Bem de Saúde

[ imprimir ] [ recomende este artigo ]