Atendimento em caso de desmaio

30 de junho de 2007

Embora assustando e talvez envergonhando um pouco, o desmaio (a perda de consciência) geralmente não é uma razão para pânico. Uma em cada três pessoas desmaia pelo menos uma vez na vida, freqüentemente antes dos 35 anos ou depois da idade de 65.

O desmaio é provocado pela redução abrupta da irrigação cerebral. A seguir, são apresentadas algumas dicas de primeiros socorros para o atendimento em caso de desmaio.

1. Coloque a vítima em um local arejado com boa ventilação.

2. É necessário fazer que o sangue circule em maior quantidade no cérebro e nos órgãos nobres, par isso eleve os membros inferiores.

3. Para evitar que a vítima vomite ou se asfixie, vire a cabeça da vítima para o lado.

4. Afrouxe a roupa da vítima, para uma melhor circulação.

5. Não dê líquidos a vítima logo após o desmaio. A vítima pode não estar com seus reflexos totalmente recuperados e se afogar.

6. Após aproximadamente um minuto depois da queda, o fluxo de sangue para o cérebro é novamente restabelecido e recupera-se a consciência.

7. Não deixe a vítima caminhar sozinha depois do desmaio. Faça-a sentar e respirar fundo, após auxilie-a a dar uma volta, respirando fundo e devagar. Desta forma ocorre uma gradual readaptação a posição vertical evitando-se assim desmaiar novamente, o que pode ocorrer se ela levantar bruscamente.

8. Após esses procedimentos, pode dar água a vítima.

Caso você tenha algum problema de saúde crônico (doença cardiovascular, hipertensão ou diabetes) em conjunto com desmaio reincidente e abrupto, sobretudo relacionado com o exercício físico, peça ao seu médico para avaliar o problema.

Redação Bem de Saúde

[ imprimir ] [ recomende este artigo ]