Atendimento em caso de fratura

28 de julho de 2007

A Fratura é a quebra total ou parcial do osso causada por uma pancada muito forte, uma queda ou esmagamento. A fratura é considerada fechada quando não houver rompimento da pele, ou aberta (fratura exposta) quando ocorre rompimento da pele. Este tipo de fratura pode causar hemorragia externa, provocando risco iminente de infecção.

A seguir, são apresentadas algumas dicas de primeiros socorros para o atendimento em caso de fratura. É importante lembrar que esse atendimento deve ser utilizado para manutenção da vida, evitando o agravamento do seu estado até a chegada do socorro especializado.


1. Chame socorro médico especializado, caso seja enviada uma ambulância não realize esse atendimento, deixe a cargo da equipe de socorro que dispõe material mais adequado para o mesmo. Em um local onde não há ambulância e seja necessário transportar, siga os passos para atendimento em caso de fratura, possibilitando a imobilização adequada para transportar a vítima.

2. Tente não movimentar o local fraturado.

3. Caso a fratura seja em alguma extremidade (mão, braço, perna) retire objetos (relógio, anéis, calçados) que diminuem a circulação. Esses objetos podem causar edema (inchaço) no membro atingido.

4. Se houver sangramento pode haver fratura exposta. Proteja o local com um pano limpo e enrole com uma atadura no local do sangramento.

5. Não comprima o osso. Tente imobilize o membro (improvisando uma tala) da maneira que se encontra, sem movimentá-lo.

6. Em caso de fratura nas extremidades superiores (braço e mão), faça uma tipóia para manter o local imóvel.

7. Nunca tente colocar o osso no lugar, esse procedimento deve ser realizado por um médico dentro do hospital, com todos os cuidados necessários.

8. Caso exista suspeita de fratura na coluna cervical ou no crânio, tente manter o pescoço imóvel. Proteja a cabeça da vítima para que não faça movimentos. Nunca eleve ou vire de lado a cabeça da vítima.

9. Se existir a possibilidade de fratura na bacia, pode haver risco de hemorragia interna devido a rompimentos de vasos sangüíneos. Observe se há presença de sinais e sintomas que possam levar ao Estado de Choque.

10. Se você tiver que transportar a vítima, imobilize-a em uma superfície rígida (improvise uma espécie de maca). Fixe o corpo na maca (usando, por exemplo, tiras de pano), projeta o pescoço.

Redação Bem de Saúde

[ imprimir ] [ recomende este artigo ]