Celulite e gordura localizada

03 de julho de 2008

O aspecto de pele áspera, semelhante à casca de laranja, está com os dias contados. A saída para se livrar ou diminuir bastante a gordura localizada nas coxas, nas nádegas, nos braços e no abdômen é combinar um tratamento que associe o uso de aparelhos como ultra-som e endermoterapia, massagens e cremes.

Celulite: É um espessamento não inflamatório das capas subepidérmicas, às vezes doloroso, que se manifesta em forma de nódulos ou placas de variada extensão e localização (GUIRRO & GUIRRO, 2004). A popularmente conhecida celulite configura-se como uma alteração do relevo cutâneo, que ocorre principalmente nas mulheres, nas regiões da cintura pélvica, membros inferiores e abdômen, caracterizada por um aspecto acolchoado e em casca de laranja (CONTI & PEREIRA, 2003).


Gordura localizada: Definida por Guirro & Guirro (2004) como distribuição regional de gordura. Mesmo que se possa reverter este processo, como a determinação é genética, cada vez que o indivíduo engordar, esse acúmulo de gordura será novamente distribuído para estas regiões.

Segundo Guirro & Guirro (2004), o uso do ultra-som no tratamento do fibro edema gelóide e gordura localizada está vinculado aos efeitos de neovascularização com conseqüente aumento da circulação, rearranjo e aumento da extensibilidade das fibras colágenas e melhora das propriedades mecânicas do tecido.

A endermoterapia é uma técnica de drenagem linfática com sucção, feita através de ventosas e roletes que fazem compressão sobre o tecido com celulite e gordura localizada, diminuindo a extensão da região afetada e melhorando a pele como um todo. As ventosas deslizam sobre o corpo pressionando e sugando a pele, enquanto os rolinhos rompem as cápsulas que envolvem os nódulos responsáveis pela celulite (FALCÃO, 2006).

Segundo especialistas, por enquanto, o método mais eficaz mesmo é a associação de endermoterapia e ultra-som de 3MHz, que emite vibrações mecânicas geradas por ondas sonoras. Esses aparelhos estimulam a quebra da gordura, facilitando a redução de medidas, ajudando na drenagem linfática e na melhora da circulação sangüínea, diminuindo assim a celulite.

É claro que não adianta iniciar qualquer tipo de tratamento contra a celulite se não forem tomados cuidados básicos, como fazer uma dieta rica em cereais integrais, frutas, legumes, verduras e proteínas magras. Deve-se manter uma boa hidratação (beber no mínimo dois litros de água por dia) e mudar hábitos de vida. O fumo, por exemplo, estreita os vasos, prejudicando a oxigenação das células. Outra medida é não abusar das bebidas alcoólicas porque incham as células gordurosas.

A Dra. Mariana é formada em julho de 2007 pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e trabalha, desde os tempos da faculdade, na área da dermato-funcional e distúrbios da coluna. Clique aqui para conhecer nosso especialista.

[ imprimir ] [ recomende este artigo ]