Dieta do Tipo Sanguíneo

25 de junho de 2008

A Dieta do Tipo Sanguíneo iniciou com os estudos do médico Naturopata Dr. James D'Adamo que publicou seu livro em 1982. Posteriormente, seu filho, Dr. Peter J. D'Adamo, em 1996 lançou o livro “'Eat Right For Your Type” onde o autor mostrou algumas correlações históricas, antropológicas e fisiológicas dos tipos de sangue A, B, AB e O com os alimentos, com a personalidade e com o estilo de vida.

A Dieta do Tipo Sanguíneo, foi formulada para otimizar o desempenho do organismo. Ela baseia-se na teoria de que o tipo sanguíneo determina funções digestivas, estruturas imunológicas e que alguns alimentos podem causar emagrecimento ou aumento de peso. Logo, se a pessoa seguir uma dieta correta para o seu tipo de sangue ela emagrecerá, ficará mais saudável e ainda evitará várias doenças. Dietas ricas em proteínas, são apropriadas somente aos tipos O e B. O tipo A e AB, devem seguir dietas ricas em fibras.


Sangue Tipo O: Grupo sanguíneo que seria o mais antigo, sendo basicamente caçadores, muito ativos e musculosos, devem seguir uma dieta rica em carnes. Quase 50% da população tem este tipo de sangue.

Sangue Tipo A: Seriam cultivadores, um grupo sangüíneo mais recente que surgiu junto com a prática da agricultura. pessoas pertencentes a esse grupo devem evitar carnes vermelhas. Por volta de 38% da população tem esse tipo sangüíneo.

Sangue Tipo B: São os nômades, associados a um sistema imunológico mais forte e sistema digestivo flexível. É o único grupo sangüíneo que tolera bem derivados de leite. Uma base de 10% da população tem esse tipo de sangue. Ele surgiu quando os seres humanos migraram para o norte, encontrando terras mais frias e sombrias.

Sangue Tipo AB: Grupo sangüíneo mais recente que teria evoluído a partir dos grupos A e B, sendo que a dieta para esse grupo é baseada na dieta dos grupos sanguíneos A e B. Cerca de 4% da população tem esse tipo de sangue. Seu aparelho digestivo é sensível.

Muito polêmica, a Dieta do Tipo Sanquíneo, recebe muitas críticas de médicos e nutricionistas que alegam que a dieta não possui comprovação científica da relação entre tipos de sangue e dieta. Especialistas afirmam que o tipo de sangue não tem grande influência na digestão ou com a química do organismo. Além disso, a Dieta do Tipo Sanguíneo não leva em consideração o fator RH.

Redação Bem de Saúde

[ imprimir ] [ recomende este artigo ]