Diferenças entre bom e mau colesterol

30 de junho de 2007

Existem vários tipos de colesterol (HDL, LDL, VLDL, entre outros) circulando no sangue. O total da soma de todos eles chama-se “Colesterol Total”.

Pode-se dizer que o colesterol é uma espécie de “gordura do sangue”. O colesterol é insolúvel no sangue, pois é uma gordura, e elas não se misturam com líquidos. Por isso, essa “gordura” precisa da “carona” de certas proteínas para cumprir as suas funções.


O colesterol se associa a proteínas dando origem a lipoproteínas, essas sim, são aptas a viajar por todo o organismo via corrente sangüínea. As lipoproteínas (ou apenas colesterol) assume algumas formas, sendo divididas em “bom colesterol” (HDL - high density, ou alta densidade) e “mau colesterol” (LDL - low density, ou baixa densidade).

O bom colesterol é benéfico ao organismo, pois o HDL retira o colesterol das células e facilita sua eliminação do organismo. Estudos comprovaram que as altas concentrações do “bom colesterol” no sangue estão associadas a um menor risco de ataques cardíacos.

Ao contrário do bom colesterol, o mau colesterol (LDL) ajuda o colesterol a entrar nas células, fazendo com que o excesso seja acumulado nas artérias sob a forma de placas de gordura. O depósito de mau colesterol nas paredes das artérias para iniciar a condição conhecida como arteriosclerose. Justamente por isso traz diversos malefícios. As altas concentrações do mau colesterol no sangue estão associadas a um maior risco de doenças no coração.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, os níveis ideais de colesterol no sangue devem ser:

- Colesterol Total deve estar abaixo de 200mg/dL de sangue.

- Bom Colesterol (HDL) deve estar acima de 35mg/dL de sangue.

- Mau Colesterol (LDL) deve estar abaixo de 130mg/dL de sangue.

Redação Bem de Saúde

[ imprimir ] [ recomende este artigo ]