Gripe A (H1N1)

18 de julho de 2009

É uma doença respiratória aguda (gripe), causada pelo vírus A (H1N1). Este novo subtipo do vírus da influenza é transmitido de pessoa a pessoa principalmente por meio da tosse ou espirro e de contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas.

Assim como a gripe humana comum, a gripe A (H1N1) apresenta como sintomas febre repentina, fadiga, dores pelo corpo e tosse. Esse novo surto, aparentemente, também causa mais diarréia e vômitos que a gripe convencional.


De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), os medicamentos antivirais Oseltamivir e Zanamivir, em testes iniciais mostraram-se efetivos contra o vírus H1N1.

Ter hábitos de higiene regulares, como lavar as mãos, é uma das formas de prevenir a transmissão da doença.

Formas de contágio

A contaminação se dá da mesma forma que a gripe comum, por via aérea, contato direto com o infectado ou indireto (através das mãos) com objetos contaminados. Não há contaminação pelo consumo de carne ou produtos suínos. Cozinhar a carne de porco a 70 graus Celsius destrói quaisquer microorganismos patogênicos. Não foram identificados animais (porcos) doentes no México, local da epidemia. Trata-se, possivelmente, de um vírus mutante, com material genético das gripes humana, aviária e suína.

Diferenças da gripe comum e a gripe A (H1N1)

- Febre: na gripe comum não chega a 39º, na gripe tem início súbito a 39º.
- Dor de cabeça: pouca intensidade na gripe comum e intensa na gripe A.
- Calafrios: esporádicos na gripe comum e freqüentes na gripe A.
- Cansaço: moderado na gripe comum e extremo na gripe A.
- Dor de garganta: acentuada na gripe comum e leve na gripe A.
- Tosse: pouco intensa na gripe comum e seca e contínua na gripe A.
- Coriza: forte e com congestão nasal na gripe comum, já na gripe A é pouco comum.
- Dor muscular: moderada na gripe comum e intensa na gripe A.
- Ardência nos olhos: leve na gripe comum e intensa na gripe A.

Redação Bem de Saúde

[ imprimir ] [ recomende este artigo ]